Banner

Pesquisar

segunda-feira, 25 de março de 2013

A transparência intransparente



"O acesso do cidadão à informação pública é um direito constitucional que contribui de forma considerável para o fortalecimento das instituições e práticas democráticas nacionais. Reconhecendo e apoiando esse princípio, o Senado Federal, desde 2009, tem praticado iniciativas que visam dar maior transparência aos seus atos. É a informação como regra e o sigilo como exceção." Portal da Transparência do Senado do Brasil. Bonito, não é? Bonito mas MENTIROSO, nossos senadores são uns embusteiros, vis demagogos, adjetiva-los é perda de tempo, eles sabem o que são e o sabem muito bem, mas o pior de tudo é que querem fazer do povo um punhado de imbecis, e isso é revoltante. Agora mesmo esses mentecaptos (sintam-se elogiados) por todas as falcatruas, safadezas e canalhices, resolvem dificultar o acesso à informação determinando que as perguntas dos jornalistas deverão ser encaminhadas àquela casa com antecedência, formalizadas através de ofícios e as respostas serão dadas em até cinco dias. O que essas sangue-sugas entendem por TRANSPARÊNCIA?
Um país em que os três últimos mandatos para presidente do senado foram exercidos por dois dos mais corruptos políticos que se conhece. Dois mandatos consecutivos de José Sarney e agora o Renan Calheiros. Sarney, se é que alguém não sabe quem seja, é aquele que "Lulinha Paz e Amor disse: "Adhemar de Barros e Maluf poderiam ser ladrões, mas eles são trombadinhas perto do grande ladrão que é o governante da Nova República". Não satisfeito ainda disse: "Sarney é um impostor que chegou na presidência assaltando o poder". Precisam de mais apresentação? Embora Lulinha seja um deles, mas disse, só estou lembrando. O Renan Calheiros é aquele que chamou o Ex-presidente Color de Melo de "Príncipe herdeiro dos corruptos", aquele do escândalo "Renangate", que usou notas fiscais frias, em nome de empresas fantasmas, para provar rendimentos. Aquele que, dizem as más línguas, uma empreiteira pagava pensão da ex-amante e filho. Esse mesmo cara-de-pau, diz que é escritor e ironicamente vejam os títulos dos quatro livros que, dizendo ele, escreveu: Do limão uma limonada e, Em defesa de um mandato popular / CONTADORES DE BALELAS e o outro SEM JUSTIÇA NÃO HÁ CIDADANIA. Com esses dois títulos saindo desse tal de Renan Calheiros, me desculpem mas é que preciso, um momento kkkkk desculpem mas kkkkkkkk preciso rir kkkkkkk que piada, hem!
Então, senhores entenderam o porque da Transparência intransparente?

José João
25/03/2.013

Um comentário:

  1. Realmente João depois do que li é impossível não ri.,..kkkkkkkkkkkk. Isso é Brasil! Bjussss
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...